PORTALFORRO.NET – Coluna Falando em Forró: ENEM, Forró e a desvalorização das mulheres 

   
O forrozeiro observador certamente não se dará mal no resultado do ENEM 2015. Em várias questões e até no tema da redação, o feminismo e violência contra a mulher foi abordado de diversas maneiras. A violência pode ser física mas as palavras mas os conceitos que alguém é tratado e submetido socialmente tem é uma forma dura e mascarada de violência. Temos um repertório vasto com preconceitos diversos escondidos nos versos repetitivos e que numa primeira audição pode até passar despercebido. Vamos aos exemplos que poderiam ter sido citados e amplamente discutidos pelos jovens Nordestinos que querem fazer diferença no mundo entrando na faculdade na região do Brasil que mais tem crimes de fundo machista?    

“Amor é lorota o que vale é a nota. Quem gosta de homem é veado,  Mulher gosta é de dinheiro” Mulherada (Mastruz com Leite)

“E a galera da rodinha batendo palminha te valorizando e você indo até o chão” Galera da Rodinha (Aviões do Forró)

“O negócio da mulher é o Karatê! O cara ter carro, o cara ter dinheiro…o cara ter dólar no bolso pra te dar muito prazer, não precisa ser bonito basta só o cara ter” Karatê (Cavaleiros do Forró) 

“Toma gostosa, lapada na rachada. Você pede e eu te dou lapada na rachada” Lapada na rachada (Saia Rodada)

Há uma reação contrária à anos de repressão musical no forró em que as letras pouco esclarecem ou resolvem a situação como 

“A Mulherada invadiu os 4 cantos do planeta, os homens ficam pianinhos obedecendo caladinho” Pianinho (Santrope)

“Eu queria um homem pra dar lipo e silicone” (Aviões do Forró)

O problema é que infelizmente esses versos ficam enraizado na mente de milhares de pessoas com conceitos incompletos e errados, pessoas que cantam muitas vezes sem maldade mas que acabam absorvendo uma ideologia machista e ultrapassada. Um volta por cima com igualdade de direitos (e não de dinheiro) é de extrema importância para nossa sociedade patriarcal e Nordestina e que em seu momento de lazer merece sim letras mais saudáveis e que não brinquem com um assunto tão sério quanto a diminuição e objetificação das mulheres, que tem o direito de serem lindas e naturalmente sensuais! 

 

Anúncios

Publicado em 25 de outubro de 2015, em coluna falando em forró. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: